Agência de marketing digital

 

Ninguém é velho demais para a tecnologia, diz Vint Cerf, ‘pai’ da Internet

0
Posted janeiro 10, 2013 by n5design in Artigos
vintcerf_435

Pesquisador lembra ao público da CES que as pessoas que hoje tem cabelos brancos, foram as mesmas que “inventaram essa coisa” no passado

Vint Cerf, mais conhecido como pai da Internet, diz que a tecnologia não apenas mudou o modo como nos comunicamos, como também o modo como vivemos nossas vidas.

O vice-presidente e evangelista-chefe de Internet do Google disse ao público que o assistia durante sua apresentação na feira de tecnologia CES 2013, que pessoas mais velhas não são tão velhas assim para a tecnologia. Algumas daquelas com cabelos brancos, inclusive, “inventaram essa coisa”.

Na terça-feira (8/1), durante o evento, Cerf disse que uma das coisas que ele insiste em dizer para as pessoas é que nunca ninguém está velho demais para a tecnologia. “Algumas pessoas pensam que aqueles com cabelos brancos não sabem utilizar a tecnologia”, disse o executivo.

Cerf, que completará 70 anos de idade em 2013 e fez diversas referências ao seu cabelo branco, foi aplaudido quando disse que gadgets, aplicativos e a própria Internet não são apenas para adolescentes e pessoas na faixa dos vinte e poucos anos.

Em entrevista após seu discurso, Cerf disso à Computerworld que tecnologias como smartphones e redes sociais, estão mudando o modo como pessoas de todas as idades, não apenas jovens usuários, se comunicam e administram seu dia a dia. “Primeiro de tudo, pense em como nós utilizamos os computadores para mediar nossas conversas”, disse ele. “Agora os computadores são participantes ativos. Nós, de fato, temos ajuda das máquinas em nossas comunicações. Veja o Google Alerts, por exemplo. Ele nos avisa quando há algo que podemos nos interessar.”

Redes sociais, ele acrescentou, mantêm as pessoas conectadas com diversos familiares e amigos que, de outro modo, perderíamos contato. “como parte de nossas interações, as máquinas se tornaram essenciais”, disse Cerf. “Isso é realmente poderoso. Mudou o modo como descobrimos as coisas, mudou a ideia que tínhamos sobre comunicação.”

Uma balança de banheiro japonesa com acesso à Internet, por exemplo, pode automaticamente enviar o peso do usuário diretamente ao médico. No futuro, essa balança pode ser conectada à geladeira, que automaticamente fornece receitas saudáveis ou mostra a fruta mais fresca disponível em seu interior.

“Você consegue imaginar roupas que tenham acesso à Internet?”, ele perguntou. “Imagine se você perder uma meia? Você poderia enviar uma busca pela meia número 3117 que responderia que ela está debaixo do sofá da sala. Mas, talvez, isso não seja uma ideia tão boa, visto que você pode dizer a sua esposa que está no trabalho, enquanto que a sua meia informa a ela que está no bar.”

Cerf também ilustrou um futuro não tão distante, onde um visitante entra em um quarto de hotel e seu smartphone se comunca com a tela da televisão para que ele possa, então, ler e-mails ou mensagens em uma tela maior.

Os smartphones se tornarão ainda mais inteligentes, disse ele, e saberão onde nós estamos e o que devemos fazer. “Nossos telefones poderiam nos dizer para adaptar nossos planos de acordo com as condições do tempo, que podem ter mudado desde a hora que programamos tais planos”, disse.

IDGNOW


0 Comments



Be the first to comment!


Leave a Response

(required)


 
Artigos
 
  • cartaz-CRF
  • logo-identificaRH
  • identidade-congreso-peniel
  • logo-Igreja-Batista-Peniel
  • Outbus IBJSP